15.10.2015

BN-KV475_1020ba_G_20151020113813

Hoje é o #BackToTheFutureDay. Dia em que, em 1985, Marty McFly (Michael J. Fox) chega ao futuro exatamente em 21 de outubro de 2015, hoje. Entre os mais apaixonados pela trilogia Back To The Future, filme de 1985, onde o famoso carro DeLorean faz papel da máquina do tempo, há os que odeiam a ideia do lançamento de um quarto filme da série e os que, apesar de saberem que a possibilidade é remota, guardam um tantinho de esperança. Mas, como declarou Fox, hoje com 54 anos e que sofre do mal de Parkinson, admitiu que até chegou a pensar em abandonar a carreira antes do papel de Marty McFly, mas de repente, se viu em um set ao lado de Steven Spielberg. “Quando você tem 17 anos, muita coisa parece impossível. O Doc )Christopher Lloyd) mostrava ao Marty que as coisas eram possíveis. Ele o aceitava como ele era, e divide com ele aquela aventura.”

15293392

Porém, certamente hoje temos uma outra realidade, pois chegamos a 2015 sem carros voadores, roupas que se secam sozinhas, tênis que se ajustam aos pés automaticamente e skates flutuantes. O fato é que o dia de hoje será celebrado de diversas formas, principalmente por nostalgia de pelo menos três gerações. E uma destas comemorações é o lançamento do livro “De Volta para o Futuro – Os Bastidores da Trilogia” (Darkside Books), além de muitos fãs postando em redes sociais e blogs sobre este dia…como eu!

MUY ESPECIAL

Uma incrível historinha que faz a gente ainda acreditar na humanidade. “Cuerdas”, de Pedro Solís García, ganhou prêmio Goya como melhor curta de animação. Um viva à sabedoria, à leveza e à ternura da infância!. Infelizmente o vídeo completo foi retirado do ar em vários sites. Mas aqui vai um pequeno trailer

CUERDAS trailer from lafiestapc on Vimeo.

DOLCE & STUPENDO

Maravilhoso! Scarlett Johansson (maravilhosa!) e Matthew McConaughey (incrível!) protagonizam a nova campanha publicitária da fragrância The One, de Dolce & Gabbana, dirigidos por, nada mais nada menos que, Martin Scorsese (espetacular!).

Com o título “Street of Dreams” (Rua dos Sonhos), o comercial foi todo gravado em Nova York, todo em preto e branco, tem um ar vintage 60’s e mostra os astros de Hollywood em um contexto superchique, um pouco melancólico e cheio de closes e diálogos. Uma celebração da paixão, de beleza e de ser único.

E para arrasar mais ainda, tem na trilha sonora a diva italiana Mina com “Il cielo in una stanza”.

Arrasou!

Matthew diz: “Acho que vi você numa revista. Você parecia feliz”. “Numa gôndola?”, ela responde. “Não, do lado de fora de uma catedral”. “Eu estava atuando”, diz Scarlett…

PUTTING ON THE HITS!

Screen Shot 2013-10-01 at 9.20.30 PM

Um dos vídeos mais chics e elegantes, além de extremamente bem produzido, que assisti neste ano. Justin Timberlake adentra um palco luminoso e lustro, todo gato e todo na estica em seu smoking justinho, e junto com JayZ, protagoniza, dança e canta “Suit & Tie” do novo álbum “Experience”. JT simplesmente taí arrasando quarteirões no cinema, na billboard e muitos corações. Showman!

Assista ao vídeo:

STRIKE THE POSE!

Screen Shot 2013-09-03 at 19.04.18

Nesse mundo, em que a inveja é um regulador social, as aparências são decisivas porque elas comandam a inveja dos outros. Por exemplo, o que conta não é “ser feliz”, mas parecer invejavelmente feliz. O “ter” passa a ser mais importante do que “ser”. É simples mostrar o brilho de roupas e bugigangas aos olhos dos invejosos. Complicado seria lhes mostrar vestígios de vida interior e pedir que nos invejem por isso. Ultimamente tudo gira em torno do tão falado e almejado “Lifestyle” dos outros.

Assisti “The Bling Ring” de Sofia Coppola. Uma das minhas diretoras favoritas, mas que de vez em quando erra a mão. De qualquer forma, abordou um assunto muito atual: o deslumbre dos jovens da classe média com a vida das celebridades nas redes sociais e no Google. O Facebook é o instrumento perfeito para um mundo em que a inveja é um regulador social. Nele, quase todos mentem, mas circula uma verdade de nossa cultura: o valor social de cada um se confunde com a inveja que ele consegue suscitar. A história é até interessante pois é baseada em fatos reais registrados pela jornalista Nancy Jo Sales para a revista Vanity Fair, onde um grupo de estudantes universitários em Los Angeles passa a assaltar as casas de suas celebridades favoritas para ter vestidos, bolsas e sapatos de grifes, além de roubar dinheiro para cair nas melhores baladas da cidade e postar fotos no Facebook. O roteiro acabou parecendo mais um documentário, mas pelo menos serve para registrar o quanto essa geração se deslumbra com muita pose desse mundinho de blogueiras onde o look do dia com fotos no espelho do elevador vale mais do que mil palavras.

OFFROAD

A coragem de mostrar o produto por um ângulo desfavorável para só então revelar qual é o seu ponto forte faz desse um dos melhores comerciais do ano. Se houvesse uma categoria em Cannes que premiasse os comerciais que mais agradam o público, ‘Offroad’, da BBDO da Alemanha para o Smart Fortwo, certamente levaria o GP. De qualquer forma, levou Leão de Ouro em Film e Film Craft, além de receber aplausos entusiasmados quando foi exibido no Palais des Festivals no último sábado. O mais bacana é que ele não foi muito divulgado em blogs ao longo do ano, e por isso se tornou uma surpresa divertida.

ON THE ROAD AGAIN

lynch

O diretor, e agora também músico, David Lynch prepara o seu segundo álbum de estúdio (sucessor de Crazy Clown Time de 2011), para julho. O álbum The Big Dream é uma obra híbrida e moderna de blues, como o próprio diretor descreve. Depois de trazer Karen O. (do Yeah Yeah Yeahs) para cantar em “Pinky’s Dream” no álbum de 2011, o cultuado cineasta de “Twin Peaks”, “Cidade dos Sonhos” e “Veludo Azul”, surpreende ao lançar uma parceria com a sueca Lykke Li na balada “I’m Waiting Here” do vídeo abaixo. Uma baladinha que lembra muito Julee Cruise em “Falling” da trilha de “Twin Peaks”. Sobre a cantora, o diretor/músico afirma que “ela trouxe o seu próprio estilo para a canção, com um tipo de doo-wop, mas de uma maneira que não parece ter saído dos anos 50″. É a melancolia pura de Lykke Li nas mãos do surrealista David Lynch que entra novamente num clima sombrio pelas estradas americanas, rumo ao novo grande sonho.

HAWAIIAN MEN

E começou a sexta temporada de Mad Men. No primeiro episódio, Don e Megan bronzeados, estão em férias no Hawaii e toda a direção de arte e cores foram inspiradas no filme “Blue Hawaii (1961)” de Elvis Presley, música acima que veio no final do episódio. Adoro! Lindo! Filminho água com açúcar com todo aquele glamour arrumadinho impecável do começo dos anos 60, além do charme do rei (tenho até esse filme em DVD). Embora tenha achado este primeiro episódio médio, comparado ao começo das temporadas anteriores, tudo indica que vamos ter um final inesperado para o atormentado e mulherengo Don Draper. Vem aí mais algumas semanas pra não parar de fazer downloads!

59704_10152738485480327_1892833754_n

388623_10152738812345327_2085064384_n

12511_10152741871035327_1732803149_n