1000 ITALIANI PER FOO FIGHTERS

Linda cena que bombou ontem nas redes sociais: 1.000 músicos roqueiros italianos tocando e cantando “Learn to Fly” do Foo Fighters para pedir a Dave Grohl que venham a Cesena, na região da Emilia Romagna, Itália. De arrepiar! Agora é só esperar o resultado e saber quando vai rolar o show.

VETRINA

gianfranco-ferre-advert-1991_610px_0Anúncio de Gianfranco Ferre, 1991

Abriu neste último sábado, 05.04, no Victoria & Albert Museum em Londres, uma grande exposição com um olhar fascinante e abrangente sobre a Moda Italiana a partir do final da Segunda Guerra Mundial até os dias atuais. A história é explorada através dos indivíduos-chave e organizações que contribuíram para a sua reputação de qualidade e estilo. Inclui tanto moda feminina como masculina para destacar a qualidade excepcional de técnicas, materiais e conhecimentos com que a Itália se tornou famosa nesse segmento.

Sala-Bianca-1955-Giorgini-Archive_1000pxDesfile na “Sala Bianca”, 1955

A exposição está organizada com a dramática transição da Itália a partir de ruínas do pós-guerra ao luxo desfilado nas passarelas marco mostra ‘Sala Bianca’ (foto acima), realizada em Florença, em 1950, o que impulsionou a moda italiana para o palco mundial. Durante os anos 1950 e 60, muitos filmes de Hollywood que foram filmadas em locações na Itália tiveram um enorme impacto sobre a moda com estrelas como Audrey Hepburn e Elizabeth Taylor, que tornaram-se embaixadoras de estilo para a moda italiana, abastecendo um apetite internacional afiado para roupas de luxo made ​​in Italy. Em exibição estão cerca de 100 conjuntos e acessórios de casas de moda italianas, incluindo Simonetta, Pucci, Sorelle Fontana, Valentino, Gucci, Missoni, Giorgio Armani, Dolce & Gabbana, Marni, Fendi, Prada e Versace, uma lição básica para a próxima geração de talentos da moda.

Valentino-with-models,-1967_Roma.610pxValentino posando com modelos em Roma, Julho 1967

elizabeth-taylor-wears-bulgari-jewellery_1967_0Elizabeth Taylor usando joias Bulgari, 1967

10177924_739917056049074_8049296339262401272_nAudrey Hepburn visitando Salvatore Ferragamo

Ankle-boots-designed-by-D-and-G_1000pxAnkle boots em couro preto e ouro, detalhes em pedrarias, por Dolce & Gabbana, Spring/Summer 2001

Para quem vai a Londres, não perca a visita:

THE GLAMOUR OF ITALIAN FASHION | 1945 – 2014
De 5 de Abril a 27 de Julho de 2014
Victoria & Albert Museum
Londres

DOLCE & STUPENDO

Maravilhoso! Scarlett Johansson (maravilhosa!) e Matthew McConaughey (incrível!) protagonizam a nova campanha publicitária da fragrância The One, de Dolce & Gabbana, dirigidos por, nada mais nada menos que, Martin Scorsese (espetacular!).

Com o título “Street of Dreams” (Rua dos Sonhos), o comercial foi todo gravado em Nova York, todo em preto e branco, tem um ar vintage 60’s e mostra os astros de Hollywood em um contexto superchique, um pouco melancólico e cheio de closes e diálogos. Uma celebração da paixão, de beleza e de ser único.

E para arrasar mais ainda, tem na trilha sonora a diva italiana Mina com “Il cielo in una stanza”.

Arrasou!

Matthew diz: “Acho que vi você numa revista. Você parecia feliz”. “Numa gôndola?”, ela responde. “Não, do lado de fora de uma catedral”. “Eu estava atuando”, diz Scarlett…

CINQUE

Screen Shot 2013-10-29 at 17.01.45

Chegou o Vino Cinque, o primeiro vinho branco frisante em lata no Brasil. Cinque é a melhor expressão do Vino Bianco Dell’Emilia IGTIndicazione Geografica Tipica – que significa que é produzido em uma única região da Itália, a Emilia-Romagna, região deslumbrante no centro-norte da Itália, com um longo histórico de produção de clássicos vinhos, em especial o Frizzante, sob condições muito específicas. Isso garante a procedência do vinho e que nele sejam utilizados apenas as uvas e processos rigidamente controlados, autenticamente italiano. É versátil, refrescante e saboroso, adequado para um público jovem e para qualquer situação em que seu estado de espírito peça um momento de felicidade e celebração. A lata e o rótulo foram criados pelo amigo diretor de arte e diretor de criação da Y&R, Marcelo Fedrizzi, que me indicou para este cliente, a Bevix, para a criação do projeto gráfico do site do produto. Benvenuto e salute! #bebacommoderação

Visite: www.vinocinque.com

Screen Shot 2013-10-29 at 17.01.03
Screen Shot 2013-10-29 at 17.02.04

PUNTO IT

Screen Shot 2013-04-22 at 6.44.32 PM

Depois de alguns meses experimentando trabalhar com um novo programador, acaba de sair do forno da Trattoria Drago o mais novo site do Spazio Italiano. Pra quem ainda não sabe, o Spazio é a escola de idioma e cultura italiana da minha mãe, que neste ano completa 21 anos. Localizada em Santo André, no ABC Paulista, a escola recebe mensalmente mais de 400 alunos e oferece anualmente uma viagem para estudo do idioma em Roma, na Scuola Torre di Babele, e ainda mantem fortes vínculos com escolas do idioma em Firenze, Milano ou Assisi. O Spazio Italiano é um dos estabelecimentos escolhidos com exclusividade pela Università per Stranieri di Siena, como sede para se obter o CILS – Certificado em Língua Italiana como Língua Estrangeira.

Visite: www.spazioitaliano.com.br

Screen Shot 2013-04-22 at 6.45.01 PM

Screen Shot 2013-04-22 at 6.45.18 PM

Screen Shot 2013-04-22 at 6.45.42 PM

Screen Shot 2013-04-22 at 6.46.09 PM

PEGGY GUGGENHEIM

Encontrei este vídeo ontem e adorei rever esta maravilhosa galeria que visitei em uma das vezes que estive em Veneza: “The Peggy Guggenheim Collection is among the most important museums in Italy for European and American art of the first half of the 20th century. It is located in Peggy Guggenheim’s former home, Palazzo Venier dei Leoni, on the Grand Canal in Venice. The museum presents Peggy Guggenheim’s personal collection, masterpieces from the Gianni Mattioli Collection, the Nasher Sculpture Garden, as well as temporary exhibitions. The Peggy Guggenheim Collection is owned and operated by the Solomon R. Guggenheim Foundation, which also operates the Solomon R. Guggenheim Museum, New York, and the Guggenheim Museum Bilbao.Vale muito a pena a visita!

www.guggenheim-venice.it

b-117

CUORE ITALIANO

Hoje me deu vontade de postar essas musiquinhas 60s italianas. Esse tipo de som também rolou nessa mesma época aqui no Brasil com “Roberto Carlos em Rítmo de Aventura”, Erasmo Carlos, Antonio Marcos, até Fevers. Uma mistura brega e pop que poucos entendem para chegar a apreciar. E em italiano fica mais interessante ainda. E como tema, sempre il cuore.

É tão ruim que é bom!


Essa tirei de uma cena do filme “La Mala Educación” de Pedro Almodovar. A pior!


Essa eu adoro! Adoro Rita Pavone e sua doce e amarga entrega para a letra.


Essa é chic! Mina é incrível, todas as músicas!

ANDIAMO INDIETRO!

CARTA PARA GIULIETTA

“Cara Giulietta Capuleti,

Meu “Romeo” parece que decidiu tomar o veneno antes de mim.

Hoje o encontrei deitado inerte sobre o mármore gelado dentro da catedral, como se esperasse um sinal divino de Deus para salvá-lo. Está lá deixando seu corpo esfriar, passando de quente para morno, deixando a vida passar sem fazer um movimento, somente escutando os fatos pois seus olhos agora estão fechados e o coração já está batendo mais fraco…

Será este o efeito deste veneno maledetto que ele resolveu experimentar ainda em vida?

Na esperança de ouvir um suspiro calmo, sentir um pouco do calor vindo de sua boca, tenho tentado me aproximar dele por ali, disse palavras ao pé do ouvido, contei sobre as lembranças, sobre o presente, lugares que gostaria de caminhar junto, sabores que gostaria de apreciar junto, um possível futuro, mas tudo parece não surtir mais efeito. Pairam pelo ar gelado da catedral ao seu redor e as respostas não chegam de volta.

Uma carruagem sem rodas. Uma flecha sem um alvo. Um baile sem orquestra. Um anjo sem asas.

Será este o efeito deste veneno maledetto que ele resolveu experimentar ainda em vida?

Encontrei ao seu lado um bilhete que dizia sobre suas dúvidas e angústias. Não cheguei a tempo para salvá-lo. Mas não gostaria de ficar parada ao seu lado esperando que a morte chegue a cavalo. Gostaria muito de poder resgatá-lo desse abismo escuro e frio que apareceu em nosso caminho. Agora até mesmo as velas ainda acessas na catedral parecem estar brilhando menos e com o pavio já a menos da metade.

Queria pegar em suas mãos até que meu calor traga o calor das dele de volta. Queria tocar novamente seus lábios, mesmo que frios, para que o calor dos meus aqueçam os seus. Queria abraçá-lo bem forte para que sentisse mais uma vez o meu calor espalhar pelo seu corpo até chegar em seu coração.

Seria o medo um sentimento mais forte que o amor? Ou o amor dá medo?

Seria mesmo este o efeito deste veneno maledetto que ele resolveu experimentar ainda em vida?

(achado nos arquivos do tempo, sem data e sem assinatura)
www.julietclub.com